Entre e confira!




terça-feira, 13 de março de 2012

Doenças de pele

DERMATOPATIA é o nome dado a todas as doenças de pele e de qualquer origem. Acometem animais de todas as espécies, raças e idade. Entre os cães, os mais suceptíves são os Poodles, York Shires, Sharpeis, Bull Dogs. Pit Bulls e os SRD.

As origens são variadas, podendo ser por ácaros (sarnas de diferentes tipos), fungos (e seus diferentes tipos), bactérias, alergia alimentar, alergia a produtos domésticos ou de higiene pessoal, ectoparasitos (pulgas, piolhos e carrapatos) e até o fator climático influencia! 

Somente o MÉDICO VETERINÁRIO pode diagnosticar a doença com um exame específico, o Raspado Cutâneo (R.C.). Não existe diagnóstico apenas no olhar, como muitos "olheiros" o fazem, pois os sinais e sintomas se confundem muito e para cada caso existe uma medicação específica.

O  R.C. é um exame onde o MÉDICO VETERINÁRIO coleta material da pele do paciente para ser avaliado ao Microscópio Eletrônico (M.E.). O resultado é rápido e 100% eficaz. A partir desse resultado, começa-se o tratamento, que varia de animal para animal. O período do tratamento também varia de acordo com o grau e o tipo da doença, e nunca deve ser interrompido, somente após a alta médica. 

Os ácaros encontrados neste exame geralmente são as sarnas do tipo Sarcoptes sacabiei e Demodex sp. A primeira é uma zoonose, doença transmitida do homem para o animal e vice-versa. A segunda, pode ser transmitida ao animal através da hereditariedade, ou seja, se um dia os pais, ou os avós, ou os bisavós tiveram a doença, o paciente poderá também manifestá-la em alguma fase de sua vida.

A maioria das causas de dermatopatias originadas por fungos (dermatomicoses), são provenientes de fatores climáticos, como o nosso clima quente e úmido de Belém (PA), onde ou chove todos os dias ou o dia todo e isso propicia ambientes muito úmidos que acabam provocando a doença.

IMPORTANTE: as doenças causadas por ácaros e fungos, podem ser transmitidas por contato direto (animal doente- animal sadio) e indireto (ambiente), por isso, escolha os locais para levar seu pet para passear.


A invasão bacteriana na pele ocorre, na maioria das vezes, como uma doença secundária, ou seja, a pele do paciente tá tão lesionada pelos agentes, que favorece essa invasão. O tratamento se dá por antibioticoterapia, prescrita somente pelo MÉDICO VETERINÁRIO.

Caso o R.C. der negativo, deve-se investigar a origem da doença através do histórico do paciente e encontrar a melhor forma de tratamento.

 Sarcoptes scabiei
Paciente com dermatopatia.

Lembre-se: toda doença de pele tem um tratamento, basta você ter paciência e respeitar a orientação do seu MÉDICO VETERINÁRIO. Sempre compareça aos retornos marcados por ele e NUNCA mude uma medicação por conta própria, pois a doença pode piorar.


Dra. Renata Nonato
Médica Veterinária
Especialista em Dermatopatias
CRMV 1760


Um comentário:

  1. Muito bons esses esclarecimentos. As vezes pensamos ser só uma bobagem, mas na verdade poder ser algo ruim pros nossos pets e até pra gente mesmo. Temos que prestar mais atenção nos nossos "filhos" para que tanto eles quanto nós sempre estejamos saldáveis! Obrigada Drª Renata

    ResponderExcluir