Entre e confira!




segunda-feira, 12 de março de 2012

Vermifugação e vacinação

O filhote nasceu!!!! Uhuuuuu!!!!! Quem você tanto esperava, finalmente veio a vida! E agora? O que fazer? Bom, primeiro, você deve esperar esse filhotinho desmamar da mãe (um período de 30 dias), para depois, levá-lo a um MÉDICO VETERINÁRIO de sua confiança, que irá te orientar sobre cuidados, manuseio, alimentação, espaço, higiene, etc.

Quando o filhote completar 30 dias de vida, deve-se começar o esquema de vermifugação, ou seja, a ingestão de medicamentos para matar as vermes que são passadas de mãe para filho, através da placenta ou do leite materno, caso a mãe não tenha sido vermifugada antes de cruzar. Este procedimento só deverá ser feito sob orientação do MÉDICO VETERINÁRIO. A dose é de acordo com o peso do animal e, dependendo da finalidade do medicamento, é dado em dose única (aquela que repete com 15 dias) ou em 3 dias consecutivos (Giárdia). 

A dose de reforço, obrigatoriamente, deve ser dada a cada 3 meses, sempre de acordo com o peso do animal. É importante não repetir a mesma medicação toda vez, pois os ectoparasitos (vermes) podem criar resistência ao medicamento.


Aí você me pergunta: " dra. Pet, meu pet é adulto e nunca foi vermifugado, o que devo fazer?" E eu respondo: "a mesma coisa" . Começar um esquema de vermifugação, como se ele fosse um filhote e fazer o reforço a cada 3 meses de acordo com seu peso.


Somente seu MÉDICO VETERINÁRIO poderá te orientar sobre qual o melhor remédio a ser dado, e isso vale para cães, gatos, aves, roedores, coelhos, enfim qualquer espécie.


Bom, seu filhote já foi vermifugado, então vamos a primeira vacina (múltipla) que é dada aos 45 dias de vida. Se o pet for maiorzinho, é dado após a vermifugação.


A segunda fase consiste no primeiro ciclo de vacinação, aquele em que o animalzinho em questão, cria imunidade para reagir com a vacina e produzir anticorpos que irão defendê-lo contra as viroses e a leptospirose. Este ciclo de contato dura de 2,5 a 3 meses, para cães e gatos (coelhos, aves e roedores não precisam tomar a vacina) e após passar essa fase, deve-se fazer o reforço contra as viroses e a leptospirose a cada 6 meses e contra a raiva a cada ano, para o resto da vida. NUNCA interrompa a vacinação do seu pet!


Esquema vacinal para cães e gatos (primeiro ciclo)

  • Três doses da múltipla (protege contra as viroses, em cães e gatos, e contra a leptospirose em cães), com intervalos a serem marcados pelo MÉDICO VETERINÁRIO;
  • Uma dose da anti-rábica (em cães e gatos). 
  
Ciclo permanente   

  • A cada 6 meses, uma dose de reforço da múltipla
  • A cada ano, uma dose de reforço da anti-rábica.

O importante é você sempre ter em mente que não importa a raça e a idade do seu pet, os procedimentos acima serão os mesmos para todos e, periodicamente, leve-o para consultar com um MÉDICO VETERINÁRIO, somente ele poderá responder suas dúvidas com segurança.

Dra. Renata Nonato
Médica Veterinária
CRMV 1760


Nenhum comentário:

Postar um comentário